(31) 3557-4221
548edd8fc9dd0f7c3a0cde4b_icon-tel-topo.png
A empresa
HISTÓRICO DA EMPRESA

A Conterplan é uma empresa Nacional, Mineira, Marianense, que atua nas áreas de Construção Civil, Terraplenagem, recuperação Ambiental de áreas degradadas, urbanização, locação de equipamentos e mão de obra, desde 1999 com bases solidas,  gerando empregabilidade na região.

A Conterplan se destaca neste cenario de atuação por apresentar altos índices de satisfação de seus clientes, no cumprimento de prazos e execução de contratos, com foco em Qualidade, Saúde e Segurança, Meio Ambiente e relacionamento interpessoal , valorizando nossos funcionários, transformando nosso ambiente de trabalho seguro e produtivo, valores estes, que a Conterplan carrega como premissas em suas atividades.

 


A CONTERPLAN ADOTA COMO POLÍTICA DA QUALIDADE:
  • Buscar o comprometimento de todos os Funcionários no atendimento dos requisitos normativos e regulamentadores da empresa;
  • Melhorar continuamente a performance dos processos internos contidos no Sistema de Gestão da Qualidade da empresa;
  • Avaliar e reconhecer o trabalho realizado pelos funcionários , mantendo programas de treinamento intensivos para as equipes de trabalho;
  • Implementar continuamente ações voltadas para a manutenção de um ambiente de trabalho não discriminatório, calmo e não-confrontador;
  • Buscar o comprometimento dos fornecedores e parceiros empreendedores para  prestação de serviços  e  fornecimento de produtos com o alto padrão de qualidade;
  • Considerar como ferramenta de gerenciamento da Conterplan, o Sistema de Gestão da Qualidade, para que através desta ferramenta se possa atingir o crescimento desejado através da conquista de novos mercados.

 

Conterplan_ISO_rev02.PNG

A Conterplan Construções e Terraplenagem esta em processo de certificação ISO 9001:2015.
Esta certificação vem consolidar todo o empenho e compromisso que a Conterplan tem com seus clientes em oferecer Serviços de Qualidade e com garantias.
 

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

O mais importante ganho empresarial com o planejamento estratégico enxuto é o próprio processo de seu desenvolvimento, que deve envolver de forma criativa os diretores, gestores e funcionarios da empresa, promovendo um autoconhecimento da organização, de suas vocações e de suas vantagens competitivas. Ou seja, um verdadeiro mergulho no DNA empresarial permitirá identificar seus pontos fortes e fracos, as ameaças e oportunidades oferecidas pelo mercado, mapear a capacidade da empresa de criar valor para o seu negócio, de modo que este valor não só a diferencie dos concorrentes, mas seja também adicionado, percebido e pago pelos seus clientes.

MISSÃO e VALORES

MISSÃO: Fornecer mão de obra e tecnologia necessária à construção civil e terraplanagem para permitir que através de parceria com nossos clientes possamos aproveitar o máximo de vantagens mercadológicas.

VALORES: Ética, respeito, comprometimento, espírito de equipe, credibilidade, qualidade e inovação.

VISÃO

Tornar-se referência de mercado na prestação de serviços de construção civil e terraplanagem.

 

OUVIDORIA

CANAL DE DENÚNCIAS: www.denuncieseguro.com.br/conterplan  Tel: (31) 4042-1796

 


 

Código de Conduta

 

Conterplan

 

Data de emissão: 21 de outubro de 2016

Aprovado por: Diretor Presidente

 

APRESENTAÇÃO

O Código de Conduta da Conterplan é o documento que define princípios, valores e boas práticas defendidas e aplicadas pela Companhia, bem como obrigações e responsabilidades de seus colaboradores e demais partes interessadas. Trata-se de uma declaração de propósitos e também de um elemento essencial para assegurar a prevenção e o levantamento de violações à lei, normas internas da Companhia e demais disposições aplicáveis.

Assim todos os princípios, normas e diretrizes constantes neste Código devem ser aplicados a todos os colaboradores da Conterplan, assim como devem ser difundidos às suas partes interessadas, sejam clientes, fornecedores, subcontratados, terceirizados, parceiros, governo, autoridades, agentes públicos, a comunidade, entre outros.

Importante que as orientações e valores propostos neste Código sejam praticados e divulgados. Quando possível, os colaboradores devem discutir com seus gestores imediatos suas dúvidas. As discussões internas contribuem para o aprimoramento contínuo do Programa de Ética e Integridade Empresarial da Conterplan.

Relatos de possíveis violações aos princípios contidos neste Código devem ser encaminhados diretamente aos Canais de Comunicação da Conterplan. Qualquer omissão na comunicação ou relato destes possíveis acontecimentos são passíveis de sanções e punições, independente de posição hierárquica na Companhia.

 

Definições

Para fins do presente Código de Conduta, serão considerados:

  • Conterplan (a Companhia): Conterplan Construções e Terraplenagem Ltda. e suas empresas controladas, embora sob diferentes CNPJs.

  • Administração Pública: órgãos e entidades estatais, nacionais ou estrangeiras, bem como as pessoas jurídicas controladas, direta ou indiretamente, pelo poder público.

  • Colaboradores: são quaisquer pessoas que trabalham direta ou indiretamente na Conterplan, assim considerados os empregados, funcionários, coordenadores, gerentes e diretores, inclusive estagiários, menores aprendizes, empregados temporários, parceiros e representantes da Companhia.

  • Corrupção: toda e qualquer ação, culposa ou dolosa, que implique sugestão, oferta, promessa, concessão (forma ativa) ou solicitação, exigência, aceitação ou recebimento (forma passiva) de vantagens indevidas, de natureza financeira ou não, em troca de realização ou omissão de atos obrigatórios ou de facilitação de negócios, operações ou atividades ou visando benefícios para a Conterplan ou para terceiros. Exemplos: suborno ou propina, tráfico de influência, troca de favores, etc.

  • Familiar: cônjuge, companheiro (a), irmãos, pais, filhos ou enteados, avós, netos, genros, noras, tios, sobrinhos, cunhados e sogros.

  • Fornecedor: toda pessoa física ou jurídica que forneça insumo, material ou serviço para a Conterplan 

  • Funcionário Público: quem, (i) embora transitoriamente ou sem remuneração, exerça cargo, emprego ou função na Administração Pública ou em empresa prestadora de serviço contratada ou conveniada para a execução de atividade objeto de concessão pela Administração Pública; (ii) ocupe um cargo em um partido político ou um candidato a cargo político.

  • Parceiro: pessoa física ou jurídica com a qual a Conterplan mantenha relação formalizada por meio de acordos, contratos, convênios, termos de cooperação ou instrumentos similares.

  • Partes Interessadas: são quaisquer pessoas, naturais ou jurídicas, que possuem algum tipo de relação, negócio ou relacionamento com a Conterplan, assim considerados os colaboradores, fornecedores, clientes, subcontratados, terceirizados, parceiros, representantes, governo, autoridades, agentes do governo, a comunidade, entre outros.

  • Representante: pessoa física ou jurídica, sem relação de emprego com a Conterplan, que atua no interesse ou benefício da Companhia perante qualquer parte interessada por meio de procurações e/ou termos de responsabilidade.

  • Retaliação: qualquer prática de represália, perseguição ou vingança cometido contra administradores ou funcionários da Conterplan em razão de denúncias ou manifestações de dúvidas, suspeitas ou contestações de possíveis violações às diretrizes da Companhia, por exemplo: ameaças, aplicação de medidas disciplinares, entre outras.

  • Terceiros: toda e qualquer pessoa física ou jurídica não pertencente à Companhia, com ou sem vínculo comercial: clientes, fornecedores, agentes públicos, políticos, representantes de entidades e classe, sindicatos, instituições, ONGs, universidades, etc.

  • Vantagem Indevida: benefício ou gratificação ilícita, seja em dinheiro, favores, benefícios ou serviços, ofertadas com o objetivo de incentivar o recebedor a realizar determinada atividade de sua responsabilidade, ou agilizar ou recusar a mesma, a qual seria obrigatório realizar

  1. Introdução

Este Código de Conduta (Código) tem o objetivo de orientar e alinhar a conduta de todos aqueles que se relacionam com a Conterplan (Companhia), sejam eles colaboradores ou demais partes interessadas, de forma a buscar que os princípios e condutas aqui mencionados sejam efetivamente praticados.

A observância deste Código é obrigatória por todos os colaboradores e os demais que se relacionam com a Conterplan, assim designados amplamente como partes interessadas. Qualquer suspeita de ocorrência ou possibilidade de ocorrência de violação deste Código ou de qualquer legislação aplicável às atividades da Conterplan deve ser comunicada ou denunciada através dos Canais de Comunicação da Conterplan.

Tratando-se de condutas que foram definidas com base em princípios e valores básicos da Conterplan, como também na legislação, concentrados neste Código, em nenhuma hipótese ou sob qualquer argumento, qualquer destinatário deste Código poderá alegar desconhecimento das regras aqui previstas.

O Código está disponível para acesso de todos os interessados no site da Companhia (www.conterplan.com.br), e também pode ser solicitado pelo e-mail: compliance@conterplan.com.br.

Caberá ao Comitê de Compliance propor ao Diretor Presidente da Conterplan a aplicação deste Código, assim como sugerir alterações e adaptações ao mesmo, com o fim de assegurar o amadurecimento contínuo e a adoção das práticas mais modernas de conduta ética.

  1. Princípios e valores

A Conterplan foi fundada em 1999, com o objetivo de prestar serviços nas áreas de construção civil, recuperação ambiental de áreas degradadas, locação de mão de obra e urbanização.

A saúde, a segurança e a integridade física dos nossos colaboradores e a proteção ao meio ambiente são prioridades para a Companhia. A Conterplan se compromete com a melhoria contínua das condições de trabalho de seus profissionais, por meio de ações que visam ao controle, monitoramento e mitigação dos riscos para a saúde, para o meio ambiente e para a segurança do trabalho.

A condução das atividades, as decisões empresariais e as ações dos colaboradores da Conterplan são orientadas pelos seguintes valores e princípios:

  1. Ética baseada em valores de honestidade, integridade e transparência;

  2. Atuação em conformidade com as leis, regulamentos e boas práticas organizacionais;

  3. Cuidados com a saúde e a segurança dos colaboradores e demais partes interessadas;

  4. Respeito ao meio ambiente.

Desta forma, ainda que o presente Código de Conduta seja omisso quanto à prática de alguma conduta, tais princípios e valores deverão ser ponderados para que as ações sejam adotadas em plena conformidade com eles.

  1. Principais regras e condutas

4.1 Ambiente de trabalho e Direitos Humanos

A Conterplan não tolera qualquer forma de violação aos direitos humanos, seja sob a forma de preconceito, discriminação ou assédio, tanto no relacionamento entre colaboradores quanto entre colaboradores e outras partes interessadas, seja em virtude de raça, cor, religião, filiação política, nacionalidade, sexo, orientação sexual, idade ou condição física.

Hostilidades, constrangimentos, promoção da discórdia entre colaboradores, ameaças ou intromissões na vida privada das pessoas, assim como, o uso de palavras ou gestos impróprios à moralidade e ao respeito do ambiente de trabalho, seja  nas dependências da Companhia ou em atuações externas, insinuações impróprias de qualquer natureza, sejam de caráter discriminatório ou que possam configurar assédio moral ou sexual, independentemente do nível hierárquico dos envolvidos, não serão, sob qualquer hipótese, admitidas.

Os mesmos princípios descritos acima deverão ser observados quando da contratação, promoção ou determinação da remuneração de colaboradores ou prestadores de serviço

4.2 Higiene, Saúde e Segurança do Trabalho

As condições de higiene, saúde e segurança do trabalho dos colaboradores da Conterplan são sistematicamente controladas e monitoradas, visando a melhoria contínua das condições de trabalho.

A Conterplan exige o cumprimento de normas e a adoção de cautelas necessárias para prevenir acidentes e propiciar um ambiente de trabalho seguro.

Para reforçar a cultura de saúde e segurança do trabalhador, o uso dos equipamentos de proteção individual e coletivo são monitorados pela Conterplan.

A Conterplan exige que seus colaboradores, independentemente do nível, cargo ou função, atuem de forma proativa na adoção de práticas de prevenção a acidentes. Da mesma forma, as partes interessadas devem atuar de forma proativa na prevenção sendo bem recebidas as sugestões de aprimoramento ou relatos de eventuais inconformidades.

Os colaboradores da Conterplan têm o direito e o dever de recusar tarefas que os exponham a riscos significativos de saúde e segurança.

São consideradas graves violações ao Código de Conduta:

A utilização de bebidas alcoólicas ou drogas ilícitas que possam afetar o desempenho durante o horário de trabalho;

  1. Deixar de utilizar equipamentos de proteção individual ou coletivos definidos como obrigatórios;

  2. A utilização incorreta de equipamentos de proteção individual ou coletivos definidos como obrigatórios;

  3. Operação de equipamentos ou realização de atividades sem a devida capacitação e/ou habilitação;

  4. A exposição de colaboradores a situações inseguras ou de riscos de acidentes.

4.3 Meio Ambiente

A Conterplan preza, orienta e adota como práticas:

  1. Zelar pelo uso legal e responsável dos recursos naturais;

  2. Incentivar colaboradores e demais partes interessadas a buscar soluções sustentáveis para as suas atividades e com o menor impacto possível no meio ambiente;

  3. Exigir que seus colaboradores e demais partes interessadas respeitem e protejam o meio ambiente.

Desta forma, os colaboradores da Conterplan devem atuar de forma responsável, identificando e prevenindo riscos ambientais no curso de suas atividades, além de informar imediatamente às instâncias cabíveis dentro da Conterplan e às autoridades públicas, qualquer evento que possa causar danos ao meio ambiente.

4.4 Relacionamento com Clientes

A Conterplan considera seus clientes como parceiros e orienta todos os seus colaboradores a manter com eles um relacionamento ético e eficiente.

Na comunicação com clientes deve-se prezar por informações precisas e verdadeiras. Cabe aos colaboradores não omitir possíveis fatores de risco inerente aos projetos em questão, da mesma forma com que devem apresentar e propor ações retificadoras para correção de desvios, sempre baseados nos princípios e padrões de conduta previstos neste Código.

4.5 Relacionamento com Fornecedores

A utilização de fornecedores e representantes, nas relações entre a Conterplan e o setor público é fonte de grande risco para a integridade da Conterplan, pois eles representam o interesse da Companhia, ainda que não façam parte dos seus quadros ou não estejam diretamente subordinados a ela.

A escolha e a contratação de fornecedores e representantes deve ser sempre baseada em critérios técnicos, profissionais e éticos, alinhadas com as diretrizes gerais da Conterplan.

O processo de contratação deve garantir a melhor relação custo-benefício para a Conterplan, desde que esteja em sintonia com o previsto no Código.

A Conterplan não autoriza e não compactua com práticas ilegais ou antiéticas de quaisquer partes interessadas que com ela eventualmente mantenha qualquer relacionamento, sejam eles clientes, fornecedores, representantes ou outros.

Atos, operações, negócios ou transações devem observar os princípios legítimos da livre concorrência, de acordo com as leis e com as regras a seguir:

  1. Qualquer empresa tem o direito de pleitear fornecimento de seus produtos ou serviços para a Conterplan;

  2. Todos os fornecedores devem receber tratamento igualitário em todas as etapas do processo de concorrência;

  3. Os colaboradores da Conterplan que possuem familiares que sejam sócios ou empregados da empresa fornecedora poderão participar dos processos de contratação, medição e gestão dos contratos relacionados desde que registrada previamente a relação e apresentada formalmente ao Departamento Administrativo (que será responsável por aprovar junto ao Diretor Presidente);

  4. A Conterplan presume que seus fornecedores cumpram com as legislações e demais obrigações legais as quais estão sujeitos, em especial o respeito aos direitos humanos, não praticando qualquer trabalho análogo a escravo ou infantil ou atos de fraude e corrupção.

  5. Os fornecedores devem utilizar de forma adequada e diligente os equipamentos disponibilizados pela Conterplan e não estão autorizados a realizar trabalhos ou atividades fora do escopo contratado dentro das dependências da Companhia.

No que tange ao relacionamento com representantes, aqueles que atuam no interesse ou benefício da Conterplan perante qualquer parte interessada por meio de procurações e/ou termos de responsabilidade, este deve seguir estritamente a Política Antifraude e Anticorrupção.

4.6 Relacionamento com o Poder Público

É expressamente proibido a qualquer colaborador oferecer, prometer ou autorizar, diretamente ou por meio de terceiros, qualquer vantagem indevida de qualquer natureza, seja em dinheiro ou qualquer bem ou serviço de valor, a agentes públicos, partidos políticos e seus membros ou a quaisquer candidatos a cargos públicos, no Brasil ou no exterior, bem como a familiares ou equiparados de quaisquer tais pessoas, com o intuito de obter benefício pessoal ou para a Conterplan.

No que tange ao oferecimento de brindes a funcionários públicos, apenas são permitidos brindes sem valor comercial ou distribuídos a título de cortesia, propaganda ou divulgação habitual respeitando-se, sempre, as regulamentações e políticas aplicáveis. (Ex: A Administração Pública Federal possui Código de Conduta que impede que o agente público receba qualquer presente, brinde ou hospitalidade cuja valor seja superior a R$100,00)

Oferecer, dar ou prometer cortesias, presentes, brindes e/ou hospitalidade a partes interessadas, tais como agentes públicos, fornecedores, concorrentes ou pessoas a eles relacionadas pode ser caracterizado como pagamento de vantagem indevida.

Não são permitidas doações a partidos políticos ou candidatos por qualquer empresa integrante da Conterplan. Funcionários poderão fazer doações com seus próprios recursos sem qualquer envolvimento da Companhia.

No exercício livre de seus direitos políticos, os colaboradores devem:

  1. Preservar a Conterplan de qualquer vinculação a posições político-partidárias; e

  2. Desligar-se da Conterplan previamente à sua candidatura a cargos públicos, eletivos ou por indicação.

São equiparados a funcionários públicos, tanto no Brasil quanto no exterior, quaisquer candidatos a cargos públicos, pessoas em cargos diplomáticos e em organizações internacionais, funcionários de empresas controladas, direta ou indiretamente, por entidades públicas, nacionais ou estrangeiros, empresas privadas concessionárias ou permissionárias de serviços públicos.

Nas negociações e no relacionamento profissional com partes interessadas, tais como clientes, fornecedores, concorrentes, órgãos ou representantes governamentais, comunidades e outros, são vedadas as seguintes condutas:

  1. Contribuir com quaisquer recursos para a prática de atos que possam ser considerados lesivos à administração pública direta ou indireta, nacional ou estrangeira;

  2. Prometer, oferecer ou dar, direta ou indiretamente, vantagem indevida a agente público, nacional ou estrangeiro, ou a pessoa a ele relacionada;

  3. Utilizar interposta pessoa para ocultar ou dissimular atos lesivos à administração pública direta ou indireta, nacional ou estrangeira;

  4. De qualquer modo fraudar, manipular ou interferir ilegalmente em concorrências e licitações públicas;

  5. Interferir ou dificultar a fiscalização ou investigação por parte de quaisquer órgãos públicos

Mais esclarecimentos acerca do tema podem ser encontrados na Política Antifraude e Anticorrupção e na Política de registro de concessão e recebimento de qualquer item de valor da Conterplan.

4.7 Responsabilidade social

O apoio a ações de responsabilidade social é um dos compromissos da Conterplan para a promoção do desenvolvimento sustentável do ambiente onde ela está inserida. Fazem parte deste compromisso o apoio a projetos com reconhecida reputação e integridade, sejam de cunho educacional, esportivo, cultural ou filantrópico, assim como patrocínios de atividades cujos valores sejam compatíveis com os princípios aqui contidos.

É vedada qualquer contribuição a título de doação, caridade, apoio ou patrocínio, visando influenciar decisões de negócios ou atender a benefícios pessoais, diretos ou indiretos, de qualquer natureza.

Mais esclarecimentos acerca do tema podem ser encontrados na Política de doações e investimentos sociais.

4.8 Registros e controles contábeis

A existência de procedimentos rígidos para o registro contábil é essencial para identificação de impropriedades.

É importante que os registros contábeis sejam confiáveis, de forma que permitam o monitoramento das despesas e das receitas.

Neste sentido, a Conterplan deve manter e exigir que os seus colaboradores também façam, a todo tempo, o sistema de registros contábeis e financeiros preciso, transparente, automatizado, atualizado, observando rigorosamente as normas aplicáveis.

São vedadas as seguintes condutas:

  1. Praticar atos, tais como compras ou vendas sem a emissão dos respectivos documentos e registros obrigatórios;

  2. Realizar qualquer operação de cunho econômico, financeiro ou patrimonial fora dos livros comerciais ou fiscais;

  3. Utilização de documentos financeiros e contábeis em desconformidade com a legislação contábil;

  4. Realização de lançamentos contábeis inadequados, imprecisos, ambíguos ou fraudulentos;

  5. Realizar pagamentos em espécie (exceto aqueles de pequeno valor, de até R$500,00 (quinhentos reais)).

É dever de todo colaborador reportar, por meio dos Canais de Comunicação da Conterplan, qualquer prática, que seja de seu conhecimento ou suspeita, que possa comprometer a veracidade dos registros contábeis da Conterplan.

Toda a documentação diretamente relacionada a transações financeiras e contábeis deverá ser mantida, no mínimo, por 5 (cinco) anos, se não for exigido maior período pela legislação específica.

Mais esclarecimentos acerca do tema podem ser encontrados na Política de alçada para aprovação de investimentos, custos e despesas.

4.9 Conflitos de interesse

Há conflito de interesses quando um funcionário utiliza seu cargo, função ou posição hierárquica para obter vantagem indevida, direta ou indireta para si, em conflito com os interesses da Conterplan.

Para a Conterplan, a mera aparência de conflito de interesses pode causar tanto prejuízo à sua reputação e aos seus negócios, quanto uma situação concreta. Recomenda-se, portanto, evitar situações que possam aparentar conflito de interesses, mesmo que este conflito não se verifique no caso concreto.

Geralmente, em razão de uma decisão tomada diante de uma situação de conflito de interesses, surgem dúvidas de que houve prejuízo ou danos para a organização e/ou para a Administração Pública.

Presumem-se atividades suspeitas ou que caracterizam conflito de interesse:

  1. A contratação de fornecedor que tenha integrantes em posições chave com relações de amizade ou parentesco é atividade naturalmente suspeita, desde que não formalizada e aprovada previamente pela Diretoria. Será presumido o conflito de interesses se ocorrer em condições menos favoráveis para a Conterplan, quando comparadas àquelas praticadas no mercado por terceiros com capacidade equivalente;

  2. O desenvolvimento de atividades profissionais paralelas por um colaborador que exerça função com dedicação exclusiva pode ser considerado atividade suspeita se não informada e/ou autorizada prévia e expressamente pela Diretoria. Será presumido o conflito de interesses se tais atividades forem desempenhadas em organizações concorrentes, fornecedoras, parceiras ou clientes da Conterplan;

  3. O uso de sua posição na Conterplan por qualquer colaborador para obter vantagens pessoais ou para terceiros é considerado atividade que se presume em conflito de interesses;

  4. Possuir outro emprego, cargo ou função que afete o desempenho na Conterplan ou que implique no uso de recursos da Companhia presume conflito de interesses se não for autorizado previamente pela Conterplan;

  5. A contratação de um fornecedor da Conterplan para fins pessoais é atividade que suspeita de ocorrência de conflito de interesses;

  6. Praticar atividades externas que envolvam informações ou conhecimento da Conterplan que não devam ser revelados, presume atuação em conflito de interesses;

  7. Investir financeiramente e de forma pessoal em um cliente, fornecedor, concorrente ou outra empresa relacionada, de forma que sua posição na Conterplan lhe permite favorecer e, assim, influenciar o desempenho dessas empresas, tende a ocasionar situações de conflito de interesses.

4.10 Respeito às normas de defesa da concorrência

Seja no âmbito de concorrências privadas ou em relação a concorrências públicas, a Conterplan e seus colaboradores, não deverão realizar as seguintes condutas:

  1. Manter entendimentos e/ou acordos com concorrentes, explícitos ou tácitos, que possam ensejar ou influenciar, direta ou indiretamente, a fixação de preços, reajustes, descontos, quotas de produção e/ou condições de venda, divisão de mercados ou clientes, entre outras medidas que possam limitar ou restringir de qualquer forma a livre concorrência;

  2. Firmar acordos e/ou realizar trocas de informações confidenciais comercialmente sensíveis (exemplo: preço, custos, margens, planos comerciais ou de investimento) com concorrentes;

  3. Realizar acordos com concorrentes para aumentar ou fixar preços, dividir um conjunto ou lotes de licitações;

  4. Afetar ou manipular, de qualquer forma, o resultado de processos competitivos de compras ou aquisição de serviços ou concessões.

Quaisquer outras práticas que possam configurar concorrência desleal, recebimento de lucro abusivo ou aumento indevido de preços são igualmente proibidas

4.11 Informações privilegiadas

Muitas são as informações de caráter confidencial e que, por tal motivo, não podem ser divulgadas, seja em virtude da legislação aplicável ou de compromissos assumidos com partes interessadas.

Todos os colaboradores que possuírem acesso a informações privilegiadas são obrigados a manter o sigilo sobre tais dados e em hipótese alguma poderão divulga-los sem a permissão da Companhia. Apenas os colaboradores formalmente autorizados podem se manifestar publicamente para prestar informações.

As informações e dados produzidos e contidos em sistemas ou equipamentos da Conterplan são de sua exclusiva propriedade, sobre os quais possui o direito sobre know-how e propriedade intelectual, independente do colaborador que os tiver produzido.

4.12 Mídia social

Os colaboradores da Conterplan devem proteger as informações confidenciais e ter bom senso ao participar de mídias sociais.

Sendo assim, a Conterplan e seus colaboradores se comprometem a:

  1. Cuidar e proteger a imagem da Companhia;

  2. Manifestar em redes sociais por meio de nome próprio, e nunca em nome da Conterplan;

  3. Encaminhar à diretoria da Companhia quaisquer solicitações de informações independente do seu canal de comunicação.

  4. Descumprimento o Código de Conduta e medidas disciplinares

Qualquer violação deste Código deverá ser prontamente comunicada aos Canais de Comunicação da Conterplan.

Independente da sua posição na organização, o colaborador que permitir que qualquer pessoa vinculada a este Código viole quaisquer de seus princípios ou regras poderá sujeitar-se a responsabilização por tal violação.

A Conterplan analisará os possíveis casos de descumprimento deste Código aplicará investigações, caso necessárias, e adotará medidas disciplinares de acordo com as características particulares e a gravidade da ocorrência, tendo como referência sua Política de medidas disciplinares.

  1. Canais de comunicação

A apresentação de sugestões, pedidos de esclarecimentos, bem como denúncias e relatos de desconformidade com o Código de Conduta e demais Políticas do Programa de Ética e Integridade Empresarial deve ser dirigida a qualquer um dos canais de comunicação disponíveis pela Conterplan:

  1. Web: www.denuncieseguro.com.br/ conterplan
  2. Voz: (31) 4042-1796
  3. Correspondência: Conterplan à Rodovia Mariana Samarco, km 03, Mariana / MG Caixa de Sugestões: Sede da Conterplan, ao lado do Relógio de Ponto.

Todos os relatos dirigidos aos canais de comunicação terão o sigilo da fonte, caso solicitado. Uma vez recebidos, os relatos serão analisados pelo Comitê de Compliance da Conterplan que ficará responsável por decidir qual será o tratamento a ser dado.

Todas as análises de relatos serão conduzidas de forma confidencial e profissional. É proibido qualquer tipo de retaliação contra pessoa que denunciar violação ou possível violação a esta Política, ou que colaborar com a investigação da possível violação.

A comunicação deverá ser apresentada com o detalhamento necessário para facilitar a apuração e confirmação dos fatos, citando, sempre que possível, todas as evidências existentes, bem como datas e pessoas envolvidas.

Mais esclarecimentos acerca do tema podem ser encontrados no Regimento Interno para Gestão do Canal de Denúncias da Conterplan.

 

WhatsApp%20Image%202018-03-12%20at%2013_

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -